sábado, 18 de setembro de 2010

Tropeiro velho

Tropeiro velho (xote) - Teixeirinha



Tom: E7
Intro: A E7 A

E7   
Tropeiro velho de tanta tristeza 
                             A
esconde o rosto na aba do chapéu
                              E7  
Olha os cravados no fogo do chão 
                           A
olha a fumaça subindo pro céu
                                   E7    
Quebra de um tapa o seu chapéu na testa 
                            A
esqueça os teus oitenta janeiros
                             E7  
Repare os campos lá vem a boiada 
                          A
ela estrada gritando tropeiro
          A7                  D       
Tropeiro velho não levanta os olhos 
                                 A
não tem mais força é o peso da idade
                        E7   
Acabrunhado à beira do fogo 
                          A
está morrendo de tanta saudade     Bis
Int.
                            E7  
Tropeiro velho sou um moço novo 
                        A
uma proposta te farei agora
                               E7  
Me dá teu pala o relho e o chapéu 
                              A
bombacha e botas e o par de esporas
                               E7  
Me dá o cavalo e o arreio completo 
                                A
vou continuar no teu lugar tropeando
                           E7    
Tropeiro velho levantou os olhos 
                             A
sentado mesmo me abraçou chorando
            A7                     D    
Beijou meu rosto e foi fechando os olhos 
                          A
entregou tudo e morto tombou
                               E7   
Morreu feliz porque vou continuar 
                             A
as tropeadas que ele tanto amou      Bis
Int.
                             E7   
Enterrei ele na beira da estrada 
                               A
pra ver a tropa que passa e se vai
                           E7 
Vejam na cruz vocês vão saber 
                                  A
tropeiro velho era o meu próprio pai
                            E7    
Adeus meu pai tropeiro dos pampas 
                             A
teu pensamento cumprirá teu filho
                            E7   
Estou fazendo aquilo que fizeste 
                                 A
grita a boiada em cima de um lombilho
          A7                     D  
Tropeiro velho hoje descansa em paz 
                              A
estou fazendo aquilo que ele fez
                            E7   
Os anos passam também fico velho 
                            A
vou esperando chegar minha vez
Int.
 

Nenhum comentário: