sábado, 18 de setembro de 2010

Abraçada com a tristeza

Teixeirinha

Abraçada Com a Tristeza
Tom: F
Intro: Bb F7 Bb F7 Eb Bb
F7     
Eu quero ver tu abraçada com a tristeza 
                               Bb
pagando o mal que um dia fez pra mim
                                  F7 
Dizendo o mesmo, como eu na incerteza 
                              Bb
se o meu pranto um dia teria fim
                                   F7 
Eu quero ver tu amargando a mesma dor
                               Bb
aquela dor que me deu pra amargar
                                 F7
Esvoaçar como o perfume de uma flor 
                                   Bb
e vai com o vento sem saber onde parar
F7                 Bb
Ai, mulher teu dia vai chegar
           F7                 Bb
Passando o que eu passei o mundo vai te ensinar
        F7              Bb
Ai, mulher agora é tua vez
                F7                       Bb
A hora está chegando pra pagar o que em fez
Intro.
F7  
Eu quero ver os teus joelhos esfolados 
                                Bb
se arrastando para vir falar comigo
                                    F7
Pedir perdão para os dias de desgraçados 
                                      Bb
que a mim tu deste sem eu merecer castigo
                              F7
Eu quero ver qual a minha reação 
                                 Bb
quando pedires tua mão pra levantares
                               F7 
Tu já conheces o meu bobo coração 
                                  Bb
mas desta vez ele não vai te perdoar
F7                    Bb
Ai, mulher teu ai foi tão profundo
                   F7                  Bb
Teu ai eu quero ouvir fazendo ecos no mundo
        F7                Bb
Ai, mulher só estarei vingado
                     F7                  Bb
Depois que a mesma chuva cair no teu telhado
Intro.
F7   
Eu quero ver chegar o fim do teu pecado 
                             Bb
reconheceres como dói uma saudade
                               F7   
Aí verás que o teu coração malvado 
                           Bb
do meu amor ele não tem piedade
                                   F7 
Eu quero ver tu por mim passar na rua 
                                 Bb
noutra calçada de uma rua muito larga
                                   F7  
Não se constranja, não pare, continuas 
                                     Bb
só pense nisso aqui se faz, aqui se paga
F7                 Bb
Ai, mulher a vida é uma canoa
                   F7                    Bb
Mais quando ela balança cai muita gente boa
       F7                Bb
Ai mulher decore esta lição
                    F7                    Bb
Quem não quiser sofrer nunca faça ingratidão
Intro.

Nenhum comentário: