domingo, 3 de abril de 2011

Benedito Seviero

Benedito Seviero
Benedito Seviero (Benedito Onofre Seviero), compositor, nasceu em Boa Esperança do Sul, SP, em 20/10/1931. Sua primeira composição foi Santa Cruz da Serra (1950), gravada por Zé Mariano e Tibagi. Logo depois, Campanha e Cuiabano gravaram Peão vira o mundo, pela gravadora Sinter (atual Philips). 

Em 1951 mudou-se para Araraquara SP, indo definitivamente para São Paulo SP em 1956. No mesmo ano, obteve seu primeiro êxito com A volta do seresteiro, gravada por Zilo e Zalo, e lançou a música Dia de finados com Nenete, Dorinho e Nardeli.

Em 1957, seu ano de maior sucesso, gravou Alma inocente, com Zilo e Zalo, Mulher de ninguém e Flor da lama, com Paiozinho e Zé Tapera, e Taça de dor, com Pedro Bento e Zé da Estrada. 

Nos anos seguintes, gravou com Silveira e Barrinha, Caçula e Marinheiro e Liu e Léu, entre outros. 

Compositor ainda em atividade, outras músicas suas de sucesso foram: Bete azul (1983), Som de cristal (1985), ambas com a dupla Joaquim e Manuel, pela Chantecler, Inferno da vida, Beco sem saída e Último adeus, esta com o Trio Parada Dura, na Copacabana. 

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora.

Um comentário:

josé gonçalves disse...

Sou primo do Benedito Siviero(fikho da tia Helena), tenho algumas noticias dele quando vou a Boa Esperança, nossa terra natal, que , salvo engano não tem hino e fica aqui a sugestão para que o Dito com seu enorme talento homenageie sua querida terra.Gostaria de entrar em contato com ele. Meu telefone:16 96098781.Moro em Itápolis. Um grande abraço. José Gonçalves.