quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Paixão Cortes

Paixão Cortes (João Carlos D'Ávila Paixão Cortes), folclorista e compositor, nasceu em Santana do Livramento, RS, em 12/7/1927. Em 1953 estreou em rádio e televisão como produtor e apresentador de programas regionalistas, inicialmente na Rádio Farroupilha, de Porto Alegre RS, e depois na Guaíba. No mesmo ano fundou o conjunto folclórico Tropeiros da Tradição.

Com Barbosa Lessa recolheu várias canções folclóricas gaúchas, gravadas em 1955: O anu, Balaio, Cana verde, Chimarrita-balão, Maçanico, Pezinho, Quero-mana, Tatu, O xótis (Xótis da laranjeira). Seu primeiro lançamento em disco foi Xote carreirinho (de sua autoria), pela Columbia, em 1958, ano em que se apresentou no Olympia, de Paris, França.

Em 1962 gravou seu primeiro LP pela Philips, Folclore do pampa, e dois anos depois, pela mesma gravadora, Tradição e folclore do Sul. Ainda em 1964 exibiu-se na Feira Mundial de Transportes e Comunicações, em Munique, então República Federal da Alemanha. Em 1970 saiu seu terceiro LP, Paixão Cortes, pela Continental. 

Sobre folclore gaúcho, publicou Festança na querência, Porto Alegre, 1959; Terno de Reis, Porto Alegre, 1960; Folclore musical do pampa (coletânea musical), Porto Alegre, 1960; Vestimenta do gaúcho, Porto Alegre, 1961; e Gaúchos de faca na bota, Porto Alegre, 1966. 

Em colaboração com Barbosa Lessa, publicou ainda o Manual de danças gaúchas, com suplemento musical e ilustrativo, Porto Alegre, 1956 (2 ed., São Paulo, 1961; 3’ ed., São Paulo, 1968); e Danças e andanças da tradição gaúcha, Porto Alegre, 1975 (2’ ed., Porto Alegre, 1975). 

Atuou em 1971 no filme Um certo capitão Rodrigo, de Anselmo Duarte, interpretando o personagem Pedro Terra. Em 1986, durante um mês, realizou shows na Inglaterra, divulgando traduções de seus livros para o inglês. Em 1992 a estátua do Laçador, de Antônio Caringi, para a qual serviu de modelo em 1954, foi escolhida como símbolo da cidade de Porto Alegre. 

Em 1994 publicou o livro O Laçador: história de um símbolo, Porto Alegre, e colaborou na produção da coletânea A música de Porto Alegre — as origens, Prefeitura de Porto Alegre. Continua publicando textos e realizando estudos e cursos sobre o folclore gaúcho. 

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e PubliFolha.

Nenhum comentário: