sexta-feira, 25 de agosto de 2006

Êh São Paulo

Alvarenga e Ranchinho

Êh, São Paulo
Êh São Paulo
São Paulo da garoa
São Paulo que terra boa

São Paulo da noite fria
Ao cair da madrugada
As campinas verdejantes
Coberta pela geada

São Paulo do céu anil
Da noite enluarada
Da linda manhã de sol
No raiar da madrugada

Nenhum comentário: