quarta-feira, 25 de abril de 2012

Adauto Santos

Adauto Santos (Adauto Antonio dos Santos), cantor, compositor, violonista e violeiro, nasceu em Bernardino de Campos, SP em 22/04/1940, e faleceu em São Paulo, SP, em 22/02/1999.

Teve suas primeiras composições gravadas em 1963 pelo grupo Os Amantes do Luar, que interpretou o bolero Não me esquecerei de ti e o rasqueado Deita em meus braços. Em seu trabalho, procurou fazer uma ponte entre o gênero MPB e a música rural. Foi responsável nos anos 1960 por levar a viola para os bares paulistas.

 Durante muitos anos apresentou-se no Jogral, famoso bar paulistano onde tocava viola. Em suas apresentações, mostrava um repertório eclético, misturando obras de compositores como João Pacífico, Milton Nascimento, Mário Lago e Rolando Boldrin, além de suas próprias composições. Entre seus parceiros esteve o lendário João Pacífico, com o qual compôs, entre outras, Vontade de voltar e Homenagem da montanha.

Em 1980, participou da trilha sonora do filme Cabocla Tereza. Em 1992, compôs e interpretou Juca também com João Pacífico. Seu maior sucesso foi a toada Triste berrante, também gravada pela dupla Pena Branca e Xavantinho.

Em 1997, lançou o CD Tocador de vida e viola, indicado para o Prêmio Sharp de música regional daquele ano. Neste trabalho destacam-se as composições "Triste berrante", "Vide vida marvada" e "Chuá chuá". Em 2002 teve a composição "Triste berrante" gravada pelas Irmãs Galvão em CD lançado pela Chantecler.

Adauto Faleceu com 58 anos no dia 22/02/1999, na cidade de São Paulo. No dia anterior à sua morte, ele deixou gravada uma participação na composição Rosa (Pixinguinha), que faz parte do CD Mulheres em Pixinguinha, lançado pela gravadora do CPC-Umes.

Fonte: http://www.lucianoqueiroz.com